Arrependimento ou Remorso?

July 13, 2015

 

           

Existem pessoas que se iludem pelo fato de sentirem remorso ao invés de arrependimento. Quando alguém comete um pecado e se arrepende de verdade, nunca mais o cometerá, todavia, se sente apenas um remorso pelo pecado cometido, certamente, mais tarde, vai cometer o mesmo pecado novamente. Foi o caso de Judas Iscariotes, que sentiu apenas um remorso por ter traído o senhor Jesus.

 “Então,Judas,o que o traiu vendo que Jesus fora condenado, tocado de remorso, devolveu as trinta moedas de prata aos principais sacerdotes e aos anciãos...” (Mateus 27.3)

            O remorso não passa de um sentimento de culpa cobrado pela consciência, por este motivo só pode produz um mal estar durante um certo período de tempo, o que logo é esquecido.

            Mas o arrependimento é diferente, é uma atitude em relação ao pecado cometido e exige mudanças de comportamento em relação ao erro, o que iremos ver a seguir.

 

Características do Arrependimento

 

●Reconhecer o pecado

Para que haja arrependimento é preciso em primeiro lugar, que a pessoa errada considere o seu erro, ou seja, é necessário que ela assuma o seu erro corajosamente, analisando porque cometeu aquele delito e onde foi que começou “a cair em pecado”. Uma das coisas mais difíceis é a pessoa admitir o seu pecado ou erro.

 

●Confessar o pecado

Após admitir o pecado a pessoa precisa confessá-lo o mais breve possível, para que ele seja cancelado. A bíblia afirma: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (João 1.9)

            Se admitirmos o pecado e não o confessarmos, então ele fica guardado no “almoxarifado” do coração, mais tarde, ele atrairá mais pecados. É como o demônio, que quando entra na vida de alguém, atrai outros piores que ele.

 

●Detestar o pecado

Se a pessoa comete um pecado e depois de admiti-lo e confessá-lo não toma a atitude de detestá-lo ele voltará a bater mais fortemente na porta do seu coração e forçará insistentemente a entrada.

            O grande problema é que o pecado quase sempre tem sabor de mel no início, mas no final é como o fel, e os seus dissabores são tantos, que não vale a pena praticá-lo.

Please reload

Ouça diariamente pelas 23hs, a mensagem amiga do Bispo Macedo