Os Fariseus

June 14, 2016

 

O farisaísmo surgiu duzentos anos antes da vinda do Senhor Jesus. Nascido de uma divergência entre um grupo de judaísmo que caracterizou-se pela observância exageradamente rigorosa do Pentateuco ou os cinco livros de Moisés: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.

         Já no tempo do Senhor Jesus o farisaísmo se tornou sinônimo de hipocrisia, pois a maioria dos fariseus imputavam regras e obrigações que eles mesmos não praticavam.

         Na sua maior revolta ministerial, o Senhor Jesus disse: Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora, se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos mortos e de toda imundícia! Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas, por dentro, estais cheios de hipocrisia e iniqüidade. ( Mateus 23:27 )

         Nesse discurso podemos sentir a maior manifestação de revolta do Senhor Jesus jamais vista durante todo o seu ministério, justamente contra as pessoas mais religiosas. Significa dizer que Deus repudia o fingimento ou a hipocrisia muito mais do que qualquer outro tipo de pecado. Sim, porque Ele não condenou as prostitutas, ladrões, assassinos, adúlteros, mentirosos, ou mesmo qualquer outro pecador em especial. Não! Mas exatamente aqueles que fingiam uma espiritualidade, santidade ou coisa parecida, mas que por dentro eram piores do que os que estavam assumindo publicamente o pecado.

         Às vezes nós pastores nos perguntamos: porque tantas pessoas que têm chegado a igreja têm custado tanto a nascer de novo? Onde temos errado? Não é de Deus o maior interesse no novo nascimento? E porque isso tem sido tão difícil ou tão raro? Ao mesmo tempo, desperta em nós aquela palavra do Senhor, dizendo: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim... ( Mt 15:8)

         Não é que Deus não queira operar nelas uma vida nova, mas é que ela não se tem rendido de todo o coração, mas apenas com restrições. Isso invalida suas orações, pois como pode o Espírito Santo habitar num coração dividido?

         Muitas pessoas não tem visto a transformação espiritual em suas vidas justamente por falta de uma entrega sincera e verdadeira, e não apenas o cumprimento de obrigações e tradições religiosas.  Participam da Santa Ceia, mas mantêm o coração magoado, oram, jejuam e lêem a bíblia com freqüência, mas seus olhos são maus para com os demais.

A verdade é que as promessas divinas são reais na nossa vida na mesma proporção em que é real a nossa pratica dela conforme está escrito: Porque, quanto ao Senhor, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele...(2 Crônicas 16:9).

Please reload

Ouça diariamente pelas 23hs, a mensagem amiga do Bispo Macedo