Depois da tempestade vem a bonança

March 17, 2018

     Quando lemos no Salmo 91:14 “Porque a mim se apegou eu o livrarei”, vemos uma promessa da parte de Deus de nos dar o Seu livramento, mas esse livramento pode vir de uma maneira diferente da que nós esperamos!

     Certa ocasião um membro da igreja soube de que haveria um corte na empresa em que trabalhava, e pediu a Deus que o livrasse daquele corte, por ser fiel a Deus ele disse que não aceitava que acontecesse com ele o mesmo que estava para acontecer com os incrédulos, mas na semana seguinte foi despedido junto com os demais. Por um tempo até pensou que Deus não o tinha livrado, mas não demorou muito tempo ele conseguiu um emprego melhor numa empresa muito maior do que a que ele estava, e só aí ele entendeu que Deus não o livrou daquele corte, porque estava livrando ele do comodismo, e de um emprego miserável onde ele nunca ia ter oportunidade para crescer!

     Eu conheci também uma jovem que chegou na igreja por causa do noivado que estava mal e ela vivia pedindo para Deus livrar ela daquelas brigas com o noivo que era incrédulo e ao invés disso as brigas aumentavam até que o noivo resolveu terminar o noivado, ela por um tempo também pensou que Deus não a tinha ouvido, mas passado 1 ano ela conheceu um rapaz da igreja, convertido e se casou! Deus não a livrou da separação daquele noivado, mas livrou ela de um problema certo no futuro! 

     Deus prometeu nos livrar, mas não disse como e do quê!  É por essa razão que na IURD nós temos o hábito de estar sempre dizendo: “Vai arrebentar!” Mesmo quando aparentemente as coisas estão dando tudo errado!  

     Vejamos o caso de José (Genesis 37) que por ser fiel ao Deus de seu pai foi odiado e vendido pelos irmãos que fingiram que ele havia sido atacado por um animal selvagem. Na casa de Potifar, quando as coisas pareciam estar dando certo, e parecia que ele já tinha se levantado, a esposa de Potifar começou a persegui-lo e por ele ser temente a Deus e não querer adulterar, ela mentiu dizendo que tinha sido atacada por ele, que por isso foi preso injustamente.

     Você já ouviu alguém dizer: “Olha o que deu em eu ser fiel a Deus?” ou então alguém dizendo: “Eu fui fiel, confiei em Deus e olha aonde eu vim parar!” Mas José em nenhum momento disse isso! Procu

 

rou sempre olhar para frente!

     Lá na prisão Deus foi com ele, que mesmo tendo sido esquecido por aquele que ele tinha ajudado, Deus não se esqueceu dele! Após 2 anos, da noite para o dia, ele deixou de ser um preso estrangeiro, para se tornar no governador do Egito. 

     Podemos pensar que Deus não o quisesse livrar de ser vendido pelos irmãos, mas eu vejo que na verdade, Deus o quis livrar dos irmãos pois habitando no meio deles José nunca se tornaria o governador do Egito! Podemos pensar que Deus não quis livra-lo de ser preso injustamente, mas eu prefiro pensar que Deus o livrou de cair em tentação, pois certamente se José não tivesse sido preso aquela mulher continuaria insistindo, e quem sabe diante de tanta insistência um dia José não poderia ter cedido a pressão e acabado adulterando, e até mesmo ser descoberto por Potifar e acabar assassinado por ele? 

     Por essa razão, quando estamos na fé e de andando de acordo com a Palavra de Deus, podemos dizer que ainda que as coisas “aparentemente” estejam dando tudo errado: “VAI ARREBENTAR!” 

 

“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” Rm 8:28

 

 

 

Please reload

Ouça diariamente pelas 23hs, a mensagem amiga do Bispo Macedo