Arrogância a bordo

June 20, 2018

 

O diálogo abaixo é contado como verídico e teria sido travado no ano de 1951 entre um navio militar americano e as autoridades costeiras do Canadá, próximo ao litoral de Newfoundland, numa noite de muita neblina.

O comandante do navio avistou uma luz em rota de colisão com ele e solicitou:

– Favor alterar seu curso 15 graus para norte para evitar colisão com nossa embarcação.

Os canadenses responderam de pronto:

– Recomendamos mudar o seu curso 15 graus para sul.

O comandante ficou mordido:

– Nós somos um navio militar… repito, mude o seu curso. 

Mas o canadense insistiu:

– Recomendamos mudar o seu curso 15 graus para sul para evitar colisão.

O capitão ficou alterado e berrou ao microfone:

–  Aqui é do USS Lincon, o maior porta-aviões de guerra do Atlântico Norte da Marinha Americana. Estamos em comboio com mais 2 fragatas, 2 destroyers e numerosos navios de apoio. Nós exigimos que vocês mudem seu curso 15 graus para o norte. Estamos preparados para tomar todas as contramedidas que forem necessárias para garantir a segurança do comboio. Exigimos que vocês mudem o seu curso 15 graus ao norte, IMEDIATAMENTE!

E o canadense calmamente respondeu:

– Isso é impossível, senhor, nós somos um FAROL, estamos num rochedo!

Depois de um breve e constrangedor silêncio, o canadense repetiu calmamente:

– Recomendamos mudar o seu curso 15 graus para sul. 

 

Algumas vezes é preciso mudar de rota ou tomar outro caminho e ​reconhecer que nem sempre temos a razão! 

 

“... no trato de uns com os outros, cingi-vos todos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, contudo, aos humildes concede a sua graça.” – 1Pedro 5:5

Please reload

Ouça diariamente pelas 23hs, a mensagem amiga do Bispo Macedo