O Deserto na vida cristã

September 23, 2018

 

O deserto é um momento de tribulação que passamos por causa da fé cristã, como injustiças, calúnias, perseguições, difamações, desprezos, falsidades daqueles que se dizem irmãos, zombarias, enfim tudo aquilo que sofremos por assumir a fé cristã. é justamente nesse momento que se revela a verdadeira mulher ou verdadeiro homem de Deus, ou seja, o caráter do verdadeiro cristão só se torna transparente quando ele está passando pelo deserto.

      É no deserto que crescemos espiritualmente, amadurecendo a nossa fé e estreitando o nosso relacionamento com Deus, além de nos prepararmos para situações mais difíceis que inevitavelmente enfrentaremos. Moisés, por exemplo, para ter o preparo suficiente a fim de dirigir o povo de Israel do Egito à Terra Prometida, teve que viver no deserto por quarenta anos. Esse período fez com que ele aprendesse a lidar com as dificuldades ali encontradas, aprendendo a depender de Deus, para que quando voltasse do Egito, liderando três milhões de pessoas, pudesse intruí-las no sentido de como contornar as situações difíceis ali encontradas.

        Portanto, é o próprio Deus, na Pessoa do Espírito Santo, quem nos leva ao deserto. Em alguns casos Deus aproveita as nossas fraquezas, para que através delas sejamos levados ao deserto. Afinal de contas, tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus. No caso de Moisés, houve um assassinato; no de José, inveja de seus irmãos por causa da visão que ele havia  tido , a qual ele nunca deveria ter-lhes comunicado. Em outros casos mesmo que não haja falha o Espírito Santo se encarrega de conduzi-la como foi o caso do Senhor Jesus.

      No deserto somos levados a circunstancias tão difíceis e humilhante que chegamos ao cúmulo de pensarmos que o Senhor nos abandonou. Mas é justamente o contrario: Quanto maior o deserto, mais próximos dEle nos encontramos.

      O Senhor ia adiante deles, durante o dia, numa coluna de nuvem, para os guiar pelo caminho; durante a noite, numa coluna de fogo, para os alumiar, a fim de que caminhassem de dia e de noite.

       Nunca se apartou do povo a coluna de nuvem durante o dia, nem a coluna de fogo durante a noite. Nunca envelheceu a tua veste sobre ti, nem se inchou o teu pé nestes quarenta anos. Sabe, pois, no teu coração, que, como um homem disciplina a seu filho, assim te disciplina o Senhor, teu Deus. (Deuteronômio 8:4)

 

 

 

Please reload

Ouça diariamente pelas 23hs, a mensagem amiga do Bispo Macedo