Tesouro em vasos de barro

October 13, 2019

 

   O Apóstolo Paulo abre o capítulo 4 falando das dificuldades que ele e todos os que se entregam a Jesus passam a ter, porque é impossível viver uma vida cristã aqui nesse mundo e ter facilidades! 

   Quando você assume a sua fé em Deus você passa a ser um alvo do diabo que com suas artimanhas tentará de todas as formas lhe afastar dessa fé. Foi assim com o próprio Jesus que o diabo tentou de todas as maneiras de que Ele não cumprisse a sua missão e o mesmo acontece com todos os que professam a mesma fé! 

  Mas diante de todas essas dificuldades o Ap. Paulo instruído pelo E. Santo afirma: “Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.” 2 Cor 4:7  Os vasos de barro muito usados naquela época para se guardar objetos, era algo frágil e barato, e o Apostolo faz uma comparação com a natureza humana que está sujeita a todo tipo de fragilidades, mas que possuindo em seu interior o tesouro que é o Espirito Santo, passa a ser tão valioso quanto o tesouro que há nele! 

   Esse vaso somos nós e o tesouro é o Espirito Santo. Estando Ele dentro ou não do vaso, este será atribulado, perplexo, perseguido e abatido. Se este tesouro não estiver dentro de nós, quando atribulado, seremos angustiados, quando ficarmos perplexos por qualquer motivo, nos sentiremos desamparados, quando abatidos, aí seremos completamente destruídos! Assim tem vivido aqueles que mesmo dentro da igreja ainda não receberam o Espirito Santo: angustiados, desanimados, desamparados e na pior das condições com a fé totalmente destruída! Tudo porque são vasos vazios e não tem esse Tesouro dentro delas! 

   Entretanto, quando a pessoa tem esse tesouro dentro dela, se for atribulada, não se angustiará, quando ficar perplexa, ou seja, surpreendida por qualquer acontecimento ruim não desanimará. Quando for perseguida por qualquer motivo, não se sentirá desamparada, e mesmo quando se abater por qualquer situação, jamais será destruída! 

 

“Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos…” 2 Coríntios 4:8

Please reload

Ouça diariamente pelas 23hs, a mensagem amiga do Bispo Macedo